segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Concordância Nominal - Exercícios para 8ª série

Atenção 8ªA Santa Quitéria:
Copie o enunciado e os exercícios no caderno e resolva-os. Correção em sala na próxima aula.




1) Observe a alteração que se faz na frase inicial e escreva-a, completando a lacuna com a palavra em destaque, adequadamente flexionada.


a) Os candidatos estavam revoltados mesmo e decidiram, eles mesmos, boicotar o concurso.
- As candidatas estavam revoltadas _____ e decidiram, elas _____, boicotar o concurso.

b) O velhinho sorriu e disse: Muito obrigado a todos.
- A velhinha sorriu e disse: Muito _____ a todos.

c) O documento não veio anexo à correspondência.
- As cópias não vieram _____ à correspondência.

d) Segue, em anexo, o relatório que nos foi solicitado.
- Seguem, _____, as planilhas que nos foram solicitadas.

e) Neste local, não é permitida a presença de fumantes.
- Neste local, não é _____ presença de fumantes.

f) Para realizar grandes sonhos, é necessário entusiasmo.
- Para realizar grandes sonhos, é _____ persistência.
- Para realizar grandes sonhos, é _____ muita persistência.


FERREIRA, Mauro. Aprender e praticar gramática. Edição renovada. São Paulo: FTD, 2007.

domingo, 9 de outubro de 2011

O Homem Lúcido

Steven Paul Jobs
1955 - 2011

O homem lúcido sabe que a vida é uma carga tamanha de acontecimentos e emoções que nunca se entusiasma com ela, assim como não teme a morte. O homem lúcido sabe que viver e morrer são o mesmo em matéria de valor, posto que a Vida contém tantos sofrimentos que a sua cessação não pode ser considerada um mal.

O homem lúcido sabe que é o equilibrista na corda bamba da existência. Sabe que, por opção ou acidente, é possível cair no abismo, a qualquer momento, interrompendo a sessão do circo. Pode também o homem lúcido optar pela Vida. Aí então, ele esgotará todas as suas possibilidades. Passeará por seu campo aberto e por suas vielas floridas. Saberá ver a beleza em tudo. Terá amantes, amigos, ideais. Urdirá planos e os realizará. Resistirá aos infortúnios e até às doenças. E, se atingido por algum desses emissários, saberá suportá-los com coragem e mansidão.

Morrerá o homem lúcido de causas naturais e em idade avançada, cercado por filhos e netos que seguirão sua magnífica aventura. Pairará então, sobre sua memória uma aura de bondade. Dir-se-á: aquele amou muito e fez bem às pessoas.

A justa lei máxima da natureza obriga que a quantidade de acontecimentos maus na vida de um homem iguale-se sempre à quantidade de acontecimentos favoráveis. O homem lúcido que optou pela Vida, com o consentimento dos Deuses, tem o poder magno de alterar esta lei. Na sua vida, os acontecimentos favoráveis estarão sempre em maioria.

Esta é uma cortesia que a Natureza faz com os homens lúcidos.

texto Caldaico do VI século a.C.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Os Miseráveis

Os alunos da 7ª série A da unidade Boqueirão da Escola Atuação receberam o livro "Os Miseráveis", do autor francês Victor Hugo, como livro paradidático do terceiro bimestre. O livro é muito rico. Pode-se extrair muitas lições da obra. Escolhemos um dos trechos do livro mais profundos em ensinamentos de amor ao próximo, perdão e confiança nos nossos semelhantes.

Resumindo: após cumprir 19 anos de prisão com trabalhos forçados por ter roubado comida, Jean Valjean é acolhido por um gentil bispo, que lhe dá comida e abrigo. Mas havia tanto rancor na sua alma que no meio da noite ele rouba a prataria e agride seu benfeitor.

Mas quando Valjean é preso pela polícia com toda aquela prata ele é levado até o bispo, que confirma a história de lhe ter dado a prataria e ainda pergunta por qual motivo ele esqueceu os castiçais, que devem valer pelo menos dois mil francos. Este gesto extremamente nobre do religioso devolve a fé que aquele homem amargurado tinha perdido.

A proposta de trabalho era que os alunos refletissem na atitude do bispo e escrevessem um texto dissertativo com suas conclusões. Os trabalhos resultantes foram excelentes. Abaixo estão alguns excertos desses trabalhos, com as conclusões dos alunos.

"Essa segunda chance que o bispo concedeu ao Jean fez com que ele mudasse. Eu apoio o que ele fez, pois todos precisam ter uma segunda chance. Não devemos julgar os outros apenas por suas atitudes ruins.” (Bruno Prestes)


Se fosse nos dias atuais, pouquíssimas pessoas ajudariam Jean Valjean, pois são poucos os que se recusam a julgar os outros pelos atos passados. Felizmente nem todos são assim, existem pessoas que estão dispostas a ajudar, pessoas que têm amor ao próximo.” (Victória Yokoda)


A ação do bispo foi mais que perfeita, pois ele não perdeu nem a confiança nem a bondade para com Valjean. Esse gesto do bispo fez com que Valjean recuperasse a confiança dos outros e voltou a ser um homem bom.” (Matheus Novak)


Jean Valjean aprendeu que algumas pessoas têm coração e se juntou ao padre em praticar boas ações.” (Thiago Gorski)

Eu acho que o bispo deu uma grande chance ao Jean. Eu, por exemplo, não teria feito isso.” (Leonardo Rosner)


As ações sempre falam mais alto do que as palavras. A ação do padre fez um ladrão mudar seu jeito de pensar, pondo um fim na criminalidade dele, e o Jean aprendeu uma grande lição.” (Renan)


Nesse romance pudemos refletir que muitas pessoas que aparecem em nossas vidas querem nos ajudar.” (Ana Beatriz)


Apesar de arriscada, a atitude do padre foi admirável a ponto de servir de exemplo para todos os que leem esse livro maravilhoso. Hoje em dia vemos algumas histórias parecidas com essa: muitas pessoas dão uma segunda chance para ex-prisioneiros trabalharem em seus estabelecimentos.” (Ana Carolina)


Um gesto simples de bondade pode mudar uma vida. Essa é a lição do livro “Os Miseráveis”.” (Débora Ertel)


Mesmo Jean Valjean não merecendo, o bispo, com sua bondade imensa mudou drasticamente a sua vida.” (Lúcia Setim)


Na minha opinião todas as pessoas que fizeram alguma coisa errada merecem uma segunda chance, não importa a gravidade do erro. Afinal, todos nós cometemos erros. Errar é humano.” (Kauane Souza)


A reação do padre foi muito boa para fazer Jean […] se tornar um bom homem. […] A lição de vida é muito grande e consideravelmente importante.” (Murillo)


Hoje vivemos em um mundo de pessoas que não têm “olhos no coração”, pessoas extremamente superficiais para qualquer coisa. As pessoas formam automaticamente um pré conceito de alguém que eles não sabem de onde veio, ou pelo que ela passou, simplesmente julgam alguém que elas nem conhecem.” (Tainá Souza)


Hoje em dia é extremamente difícil alguém ter uma atitude semelhante à do bispo. Porém, é muito fácil as pessoas terem atitudes semelhantes às de Valjean.” (Giuliana Petri)


As pessoas de hoje não são tão honestas e bondosas com antes. Muitos preferem continuar com os mesmos erros, apesar da bondade recebida.” (Larissa Koppe)


A lição do romance pode ser aplicada aos dias atuais. Às vezes somos ajudados por pessoas que acreditam que podemos fazer a diferença.” (Camila)


Esses comentários evidenciam uma percepção sagaz dos nossos jovens. Eles conseguiram extrair gemas cintilantes de uma obra da literatura clássica. Este é um dos objetivos da literatura: fazer-nos refletir e com o sumo dessas reflexões moldar nosso caráter.


Parabéns, 7ªA! Excelente trabalho!

Matérias mais antigas:

Minha foto
Sou um professor apaixonado pela educação, pela literatura, pela língua portuguesa e pela arte de escrever. Como tantos educadores, um idealista. Fascina-me a incomensurável capacidade de transformação do ser humano. Por que me ufano da minha profissão? Porque sei que quando leciono, não estou apenas passando conteúdos, mas também destruindo mitos, dogmas e raciocínios falaciosos que cerceiam a liberdade humana.