terça-feira, 29 de novembro de 2011

Novos talentos brilhando no Lala



Viajar no tempo e usar a imaginação para preencher as lacunas da história... esse é o convite que a peça In Shakespeare's Company nos faz.

Escrita e dirigida por Andressa Medeiros, a peça propõe aos espectadores uma criativa e bem humorada possibilidade: William Shakespeare e Francis Bacon encontram-se em um café do século XXI. Ao observarem outros frequentadores do café, atores de teatro, discutindo seus desencontros e infortúnios, Shakespeare enche-se de inspiração e Bacon serve-lhe de escriba. E assim vai surgindo textos deliciosos e personagens célebres: Rei Lear e suas filhas, Othelo e Desdêmona (e o diabólico Iago), Romeu e Julieta etc.

Os atores, todos jovens estudantes do curso de teatro Lala Schneider, não desapontaram. Pelo contrário, todos demonstraram que sabiam o que queriam quando escolheram o teatro. São promessas de uma boa safra de atores para o futuro próximo.



Elenco: Lucas Adamo, Taciane Franqui, Nathália Stella, Amanda Gnoinski, Lívia Marangoni, Mavi Trainotti*, Isabella Chapieski, Jéssica Granato, Joyce Reis, Sarah Ramos, Pedro Lopes, Isabella Lorrainy, Nicole Nader, Pedro Escorsin, Fernanda da Cunha, Ana Vitória Gaede e Amanda Markowicz.
Texto e direção: Andressa Medeiros; Sonoplastia: Jader Alves; Iluminação: Renato Jachinoski; Figurino: O grupo.

*Devo mencionar com orgulho minha pupila da escola Atuação, Mavi Trainotti.


A peça será apresentada apenas mais uma vez em 3 de dezembro, às 18h30. Maiores informações no site do teatro: http://www.teatrolala.com.br/ ou pelos telefones 41 3232-4499 | 41 3232-8108.

Eu recomendo.

Ita est!
Prof. Zanon

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Acento grave (crase) com possessivos

É sabido que a crase ocorre quando há uso simultâneo da preposição a com o artigo a; ou seja, é preciso que a palavra anterior [um verbo ou um nome] exija a preposição a e o substantivo posterior – que será obrigatoriamente feminino, explícito ou não – admita a presença do artigo definido.

Observe a frase: Disse a minha mãe que sairia com alguns amigos.

Como está, não ocorre crase. Porém, alguns falantes poderiam estruturar mentalmente a frase de outro modo. Por exemplo, em vez de "a minha mãe" pensariam em "para a minha mãe", o que pressupõe a coexistência da preposição com o artigo definido.

Neste caso: Disse à minha mãe que sairia com alguns amigos.

Conclusão: o uso do acento grave indicativo de crase antes do pronome possessivo é facultativo. Pode-se usá-lo ou omiti-lo. Em algumas frases é recomendável usá-lo para se evitar ambiguidades, sobretudo depois de verbos. Observe:


- Favor anexar a sua certidão de nascimento a sua ficha de inscrição.

Anexar o que a quê? Para evitar essa ambiguidade, o uso do acento grave é recomendado:

- Favor anexar a sua certidão de nascimento à sua ficha de inscrição.

Um dos objetivos do acento grave indicador de crase é a clareza. Também fica melhor:

- Dobre à sua direita.

-
À SUA ESCOLHA [título de reportagem sobre imóveis à venda]

- O Natal bate
à sua porta [propaganda na TV, mas sem o acento!].


Ita est!

Prof. Zanon


segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Dever de casa - 6ª série

Atenção alunos da 6ªA (Unidade Boqueirão) e 6ªB (Unidade Santa Quitéria)

Copiar os exercícios para o caderno (não imprimir) e resolvê-los. A correção será em sala na próxima aula.

1) Escrever cinco palavras paroxítonas que levam acento e cinco que não levam.

2) Escrever cinco frases com interjeições que sugiram alegria, medo, susto, chamamento e nojo.

3) Escrever três frases com apostos.

4) Escrever três frases com vocativo.

5) Transforme as comparações em metáforas e as metáforas em comparações.

a) A casa era um refúgio.
b) Minhas palavras são pássaros em liberdade.
c) O livro era como um velho pergaminho.
d) Era teimoso como uma mula.
e) Suas palavras são como estocadas de uma espada.

Bom feriado a todos e um abraço do professor Sandro! Até quarta-feira.

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Regência Verbal - Exercícios

1) Substitua o verbo em destaque pelo indicado entre parênteses e faça as adaptações necessárias para adequar a regência verbal ao padrão culto da língua portuguesa.

a) Depois de vários dias de viagem, a caravana
parou num oásis. (chegar)

b) Os sócios não
aceitarão o novo regulamento do clube. (obedecer)

c) Ele
abandonou os amigos que tanto o ajudaram. (esquecer)

d) Ele
abandonou os amigos que tanto o ajudaram. (esquecer-se)

e) Atualmente é decepcionante
ver um jogo de nosso time. (assistir)

f) Marina
gosta mais dos livros que dos brinquedos. (preferir)

g) Alguns participantes da reunião
apoiaram a proposta. (simpatizar)

h) O viajante
recompensou o garoto com algumas moedas. (pagar)

i) Esta campanha
objetiva o fim do desperdício de água. (visar)



GABARITO

a) Depois de vários dias de viagem, a caravana chegou a um oásis.

b) Os sócios não obedecerão a
o novo regulamento do clube.

c) Ele esqueceu 
os amigos que tanto o ajudaram.

d) Ele
 se esqueceu (ou esqueceu-se) dos amigos que tanto o ajudaram.

e) Atualmente é decepcionante
 assistir a um jogo de nosso time.

f) Marina
 prefere os livros aos brinquedos.

g) Alguns participantes da reunião simpatizaram com 
a proposta.

h) O viajante pagou ao 
garoto com algumas moedas.

i) Esta campanha visa ao 
fim do desperdício de água.



Ita est!
Prof. Zanon


domingo, 6 de novembro de 2011

Crase antes de horas


Na maioria das vezes, é necessário usarmos o acento grave indicador de crase no "a" que precede horas:

As lojas abrem às 7h.
O jogo será à 1h da madrugada.
À 0h do dia 1.º de janeiro, começará a queima de fogos.

Há, porém, algumas excessões. Em pelo menos cinco casos não há crase nesse "a" que acompanha horas: quando antes dele há as preposições "até", "após", "desde", "entre" e "para". Veja:

Os ingressos serão vendidos até as 18h.
Os portões fecharão após as 7h30.
A lei entrou em vigor desde a 0h de segunda-feira.
Há uma lei que proíbe animais na praia entre as 8h e as 16h.
A reunião estava marcada para as 20h.

A dica é a seguinte – Substitua a hora por "meio-dia": se der "ao meio-dia", há crase; se não der, esqueça a crase.

Observe: A novela começa às 8h30, com crase, porque A novela começa ao meio-dia.

Mas: O enterro aconteceu após as 19h de ontem, sem crase, porque O enterro aconteceu após o meio-dia de ontem.


Ita est!
Prof. Zanon

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

E a morte perderá o seu domínio...

E a morte perderá o seu domínio.
Nus, os homens mortos irão confundir-se
com o homem no vento e na lua do poente;
quando, descarnados e limpos, desaparecerem os ossos
hão-de nos seus braços e pés brilhar as estrelas.
Mesmo que se tornem loucos permanecerá o espírito lúcido;
mesmo que sejam submersos pelo mar, eles hão-de ressurgir;
mesmo que os amantes se percam, continuará o amor;
e a morte perderá o seu domínio.


E a morte perderá o seu domínio.
Aqueles que há muito repousam sobre as ondas do mar
não morrerão com a chegada do vento;
ainda que, na roda da tortura, comecem
os tendões a ceder, jamais se partirão;
entre as suas mãos será destruída a fé
e, como unicórnios, virá atravessá-los o sofrimento;
embora sejam divididos eles manterão a sua unidade;
e a morte perderá o seu domínio.

E a morte perderá o seu domínio.
Não hão-de gritar mais as gaivotas aos seus ouvidos
nem as vagas romper tumultuosamente nas praias;
onde se abriu uma flor não poderá nenhuma flor
erguer a sua corda em direcção à força das chuvas;
ainda que estejam mortas e loucas, hão-de descer
como pregos as suas cabeças pelas margaridas;
é no sol que irrompem até que o sol se extinga,
e a morte perderá o seu domínio.

Dylan Thomas

Matérias mais antigas:

Minha foto
Sou um professor apaixonado pela educação, pela literatura, pela língua portuguesa e pela arte de escrever. Como tantos educadores, um idealista. Fascina-me a incomensurável capacidade de transformação do ser humano. Por que me ufano da minha profissão? Porque sei que quando leciono, não estou apenas passando conteúdos, mas também destruindo mitos, dogmas e raciocínios falaciosos que cerceiam a liberdade humana.