quarta-feira, 11 de abril de 2012

Azulejo azul?




Não há erro algum. Ao contrário do que muita gente pensa, a palavra azulejo não provém de azul, e sim do árabe hispânico az-zuléig, através do espanhol azulejo.



Portanto, não tenha receio em dizer azulejo branco, azulejo amarelo, azulejo marrom ou até mesmo azulejo azul (não é redundante). Não há erro algum nesses expressões.



Agora, não vá escrever azuleijo, assim como não se deve escrever bandeija e nem carangueijo. A grafia correta dessas palavras é azulejo, bandeja, caranguejo.




Ita est!

Prof. Zanon

domingo, 8 de abril de 2012

Por que Bahia é com "h" e baiano não?


Bahia, o nome do estado nordestino, é grafado com h. Já baía, o acidente geográfico, é grafado sem h e com acento agudo no í.

Antigamente, o h era utilizado para indicar o hiato (bahia, sahida, Pirahi, jahu).

Quando esse uso do h foi abolido (o hiato passou a ser indicado pelo acento: baía, saída, Piraí, jaú), o estado da Bahia manteve a grafia tradicional.

No entanto, as palavras derivadas do nome do estado são grafadas sem h, o mesmo ocorrendo em compostos: baiano, bainidade, laranja-da-baía, coco-da-baía etc.


Ita est!
Prof. Zanon

Matérias mais antigas:

Minha foto
Sou um professor apaixonado pela educação, pela literatura, pela língua portuguesa e pela arte de escrever. Como tantos educadores, um idealista. Fascina-me a incomensurável capacidade de transformação do ser humano. Por que me ufano da minha profissão? Porque sei que quando leciono, não estou apenas passando conteúdos, mas também destruindo mitos, dogmas e raciocínios falaciosos que cerceiam a liberdade humana.