quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Semana pedagógica na Escola Atuação

Na segunda-feira, 20 de janeiro, teve início a Semana Pedagógica na Escola Atuação. Os professores voltaram ao trabalho uma semana antes que os alunos para organizar a escola para o início do ano letivo.

Além de organizar as agendas, fazer os planejamentos, preparar as avaliações, atualizar dados psicopedagógicos; a programação da Semana Pedagógica também proporciona aos professores um aprimoramento de suas habilidades e um novo ânimo para começar o ano através de palestras e preleções. 

Neste ano começamos muito bem, pois o primeiro palestrante foi Marcos Meier, professor de matemática, psicólogo e mestre em educação. Meier é um dos maiores especialistas brasileiros na Teoria da Modificabilidade Estrutural Cognitiva de Reuven Feuerstein, a famosa teoria da Mediação da Aprendizagem. Ele também é comentarista em rádio e TV sobre a educação de filhos, relacionamentos e desenvolvimento da inteligência. 

Sou um admirador do trabalho e da oratória de Marcos Meier, conforme declarei algum tempo atrás aqui neste blogue, por ocasião de sua titulação como cidadão honorário de Curitiba. http://profzanon.blogspot.com.br/2013/01/discurso-de-marcos-meier-ao-receber-o.html )

Meier discursou por duas horas sob o tema: Novos Desafios, Novas Conquistas: Como Ensinar para Além da Escola. Os alunos se sentem mais motivados quando entendem o valor prático da matéria. Por isso, a escola deve se preocupar com a qualidade e a praticidade de seu ensino. 

De nada adianta o aluno receber passivamente conhecimento teórico e não saber  utilizá-lo para compreender o funcionamento de objetos simples do seu dia a dia. Ele abordou também uma questão preocupante para pais e educadores: como a televisão e as novas mídias interferem no desenvolvimento das crianças de 0 a 3 anos de idade. 

Palestras assim nos ajudam a afiar nossos machados para mais uma jornada escolar, como costuma dizer nosso diretor Ademar. 


Professor Sandro Zanon presenteando Marcos Meier com seu novo livro A Difícil Tarefa de Traduzir

5 comentários:

  1. Este Marcos Meier é alto pra Kauáka, heim?

    ResponderExcluir
  2. Marcos Meier é o melhor palestrante de Curitiba. Vale a pena cada centavo pago para ouvir suas sábias palavras. Professora Gessi.

    ResponderExcluir
  3. Eu queria assistir uma palestra de vocês dois juntos, pois você, Sandro Zanon, também é um exímio orador. Sinto saudades de seus discursos no Salão do Reino, nas assembleias de circuito e nos congressos de distrito. Que pena que perdemos você! Gostaria muito que voltasse a ser ancião!
    Um abraço,
    Adoniram

    ResponderExcluir
  4. Nunca te disse pessoalmente, mas agora que vi este comentário, tive que endossá-lo. Foi uma grande perda para nós quando você renunciou ao cargo de ancião. Sei que você teve motivos mais que justos para fazer o que fez, aliás, depois que tomei conhecimento do que te fizeram, percebi que não te deixaram outra alternativa. Que pena! Todos nós perdemos com isso. Você faz muita falta. Mas é bom saber que continua leal aos seus princípios. Um abraço. Marcos.

    ResponderExcluir
  5. Acabei de ver esses comentários. Que bom que esses irmãos tiveram coragem de dizer o óbvio: como você faz falta em nossa tribuna! Você tem uma linha de raciocínio lógica e clara em seus discursos. Quando vamos te ouvir de novo? Luciano.

    ResponderExcluir

Matérias mais antigas:

Minha foto
Sou um professor apaixonado pela educação, pela literatura, pela língua portuguesa e pela arte de escrever. Como tantos educadores, um idealista. Fascina-me a incomensurável capacidade de transformação do ser humano. Por que me ufano da minha profissão? Porque sei que quando leciono, não estou apenas passando conteúdos, mas também destruindo mitos, dogmas e raciocínios falaciosos que cerceiam a liberdade humana.