sábado, 31 de outubro de 2015

Mude sua vida através do autodomínio

Por: Christie Marie Sheldon

Autodomínio é algo que imaginamos em artistas marciais e monges, depois de anos e anos de prática dedicada. Você está certo. Mas qualquer um pode desenvolver a auto-maestria e assumir o controle de sua vida. Requer a mentalidade certa, as ferramentas e sim, prática dedicada (mas - leva muito menos tempo do que você pensa).

Autodomínio lhe dá o controle sobre a única coisa que você pode controlar em qualquer situação: você mesmo. Ele permite que você se mova em direção as suas metas com disciplina, persistência e foco. Ele ajuda você a controlar os impulsos emocionais e tomar decisões com base no pensamento racional em vez de emoções exacerbadas.

Pessoas que não têm autodomínio são as únicas que têm birras em público, quando as coisas não saem como elas querem. Elas não podem controlar as suas emoções (raiva no trânsito é um grande exemplo). Elas tomam decisões impulsivas. Elas são emocionalmente imprevisíveis - explodem num momento, e são excessivamente doces no seguinte (em um esforço para consertar as coisas). Elas estão felizes um momento, e então, de repente, algo acontece e uma nuvem negra desce sobre seu comportamento. Elas sempre desistem quando as coisas se tornam um desafio. Elas não têm a perseverança e disciplina para seguir com suas intenções ou promessas.

Pessoas que não têm autodomínio têm uma vibração energética muito errática. Um minuto elas estão bem, o próximo estão furiosas. Assim, mesmo que elas estejam fazendo toda a visualização e afirmação do mundo, elas ainda não obtêm os resultados que querem, porque a sua vibração é alta, então baixa, então em algum lugar no meio - muito parecido com jogar pedras em um lago: Se você está no controle de si mesmo, você pode jogar uma pedra e ver o efeito cascata irradiar para fora até que a água esteja calma novamente. Jogue outra pedra, e veja o efeito cascata desaparecer lentamente até acalmar novamente. Mas a falta de autodomínio é como jogar uma pedrinha e depois outra, ou duas ou três de uma só vez, em direções aleatórias. Tudo o que você vai conseguir é um monte de ondas caóticas e sem sentido real, - imagine o universo tentando fazer sentido desse caos (sim, isso vai convidar mais caos)!

Desenvolver autodomínio não é tão difícil como pode parecer. Claro que você tem o direito de sentir emoções (você quer sentir emoções, e não se tornar um robô) - o truque é aprender a senti-las, deixá-las ir, e depois responder. Veja como aumentar a sua vibração:

1. Seja claro sobre como você quer que sua vida seja. O que você quer? Use a sua visão do que você quer para levá-lo através dos tempos difíceis e frustrantes.

2. Decida criar essa vida. Decida ir em busca dela. Diga imediatamente a alguém (um amigo solidário, mentor ou membro da família) o que você pretende fazer. Torne-a real, tornando-a pública.

3. Crie um hábito de se mover em direção a seus objetivos todos os dias, um pequeno passo de cada vez. Mesmo que seja apenas 10 ou 15 minutos por dia, faça alguma coisa que mova você em direção a seu objetivo. Requer um pouco de auto-disciplina que, ao longo do tempo, têm enormes resultados. Hábitos levam cerca de 30 dias para se estabelecer. Isso significa 30 dias de trabalho diário, por apenas alguns minutos. Compromisso Pequeno, enorme recompensa.

4. Importante: Melhore a sua atitude. Autodomínio é somente tão duro quanto você optar por fazê-lo. Se você fizer o que precisa ser feito com um sorriso no rosto e uma atitude positiva, não será trabalho penoso, será agradável.

5. Rapidamente descarrilhe qualquer linha negativa de pensamento, então, substitua imediatamente esse pensamento com aquele que agrada a você. Mais uma vez, faça disto um hábito. Esteja consciente de sua auto-fala tanto quanto você pode e domine-a com persistência.

6. Desenvolva a força de vontade tendo fortes motivações emocionais, bem como racionais. Por exemplo, se você quer perder peso, você sabe que você não deve comer bolachinhas, mas se você tem o hábito de ir até à sala de descanso do escritório e comer uma ou duas bolachinhas a cada manhã, você vai achar difícil não pegar uma bolachinha não importa o quanto você tentar se convencer do contrário (por causa da recompensa prazerosa imediata), se você não tiver um motivo emocional forte para fazê-lo. Em qualquer batalha entre os motivos racionais e emocionais, as emoções sempre vencem. Ter um forte motivo emocional para manter uma dieta vai ajudar você a criar hábitos mais positivos.


Nota: A força de vontade vem em rajadas. Use a dinâmica da fase de excitação inicial (onde você está focado e apaixonado por seu objetivo) para estabelecer um novo comportamento, quando os velhos hábitos ameaçam ressurgir, certifique-se que a sua ligação emocional com o seu objetivo é forte o suficiente para superar o seu impulso para voltar aos velhos hábitos!

7. Mantenha-se focado. Concentre-se no que você quer, mas também sobre o que você está fazendo. É fácil se distrair, mas se você ceder à tentação dessas distrações, você não vai fazer muito progresso. "Divida" o seu tempo em seções gerenciáveis ​​de 15-30 minutos de atenção ininterrupta. Deixe o telefone na caixa postal. Ignore notificações eletrônicas. Diga às pessoas que você precisa terminar antes que você possa ajudá-los. Pendure um "Não Perturbe" na porta. Custe o que custar. Mantenha-se focado na tarefa por 15-30 minutos. Vários destes períodos de alta intensidade, de alto foco ao longo do dia irão ajudá-lo a realizar tanto - e você vai treinar-se para não pular como um macaco treinado cada vez que um telefone ou dispositivo eletrônico clama por sua atenção.

8. Comprometa-se a passar 30 minutos por dia trabalhando em si mesmo. Isso pode significar a conexão com o seu Eu Superior; falando afirmações; meditando; exercitando a prática de substituir os pensamentos negativos; praticando controle das emoções ... você é o seu maior investimento e você vai ter o maior retorno sobre investimento ao dominar sua mente.

Levará algum tempo para dominar completamente sua mente. Mas é um processo fascinante e quanto mais você pratica, mais divertido será - e só ver o que acontece com a sua vibração!



Disponível em: http://despertandodeuses.blogspot.com.br/2013/07/mude-sua-vida-atraves-do-autodominio.html. Acessado em 1 de novembro de 2015 às 12h08.

domingo, 18 de outubro de 2015

SOBRE A MÁGOA ALHEIA

Posso ver chorar alguém
E triste não estar também?
Posso ver o outro sofrer
E um consolo não trazer?

Posso ver correr o pranto
E não chorar o meu tanto?
Pode um pai ver seu rebento
Chorar, sem sofrer tormento?

Pode a mãe sentar-se e ouvir
De medo um filho vagir?
Não, não pode ser assim,
Nunca, nunca ser assim!

Pode Quem a tudo rira
Ouvir gemer a corruíra,
Ouvir gemer a avezinha
Ou o infante que definha,

Sem recobrir a ninhada
De uma piedade inflamada;
Sem junto ao berço sentar-se
E todo em pranto inflamar-se;

Sem se sentar noite e dia,
Secando nossa agonia?
Oh, não pode ser assim!
Nunca, nunca ser assim!

Ele, que a alegria traz,
Que infante também se faz;
Que se torna homem de dor,
Que sente nosso amargor.

Não há suspiro que dês
Sem que o veja Quem te fez;
Não há pranto derramado
Sem que Ele esteja ao teu lado.

Oh! Que Ele dá sua alegria
E destrói nossa agonia.;
Até que a dor vá embora,
Fica ao nosso lado e chora.


William Blake – Canções da Inocência e da Experiência http://www.arquivors.com/wblake1.pdf

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Desejos vãos

Eu queria ser o Mar de altivo porte
Que ri e canta, a vastidão imensa!
Eu queria ser a Pedra que não pensa,
A pedra do caminho, rude e forte!


Eu queria ser o sol, a luz intensa
O bem do que é humilde e não tem sorte!
Eu queria ser a árvore tosca e densa
Que ri do mundo vão é ate da morte!


Mas o mar também chora de tristeza...
As árvores também, como quem reza,
Abrem, aos céus, os braços, como um crente!


E o sol altivo e forte, ao fim de um dia,
Tem lágrimas de sangue na agonia!
E as pedras... essas... pisá-as toda a gente!...
Florbela Espanca - Fanatismo


Minh’alma, de sonhar-te, anda perdida
Meus olhos andam cegos de te ver!
Não es sequer razão do meu viver,
Pois que tu es já toda a minha vida!


Não vejo nada assim enlouquecida...
Passo no mundo , meu Amor, a ler
No misterioso livro do teu ser
A mesma história tantas vezes lida!


"Tudo no mundo é frágil, tudo passa..."
Quando me dizem isto, toda a graça
Duma boca divina fala em mim!


E, olhos postos em ti, digo de rastros:
"Ah! Podem voar mundos, morrer astros,
Que tu es como Deus: Princípio e Fim!..."


Florbela Espanca

Que é de... Quedê... Cadê.

Como diz Marcos Bagno, "a língua não é água de igarapé, é água de correnteza". Está sempre em processo de mudança.

Observe esse processo na expressão "que é de..."

Há algum tempo costumávamos dizer:

- Que é de sua coragem? (Que é feito de sua coragem?)
- Que é do livro que você me prometeu? (Que é feito do livro que você me prometeu?)
- Que é da paciência que o caracterizava?

Depois passamos a usar a expressão mais palatável "quedê..." (ainda usada em alguns lugares)

- Quedê sua coragem?
_ Quedê o livro que você me prometeu?

E hoje é mais comum o "cadê..."

- Cadê sua coragem?
- Cadê o livro que você me prometeu?

Sob a perspectiva da língua culta os dois últimos usos estão errados, mas não encontramos viva alma que ainda use o "que é de...".

Até o Fantástico se rendeu: Que é do dinheiro que estava aqui? --) Cadê o dinheiro que tava aqui?



Ita est!
Prof. Zanon

Einstein x Chaplin



sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Quanto ganha um professor?

"Amizade... para muitos não tem significado algum, mas para outros, esta simples palavra pode indicar amor, confiança, alegria e mil outras coisas boas. Amizade não é uma coisa que podemos desperdiçar, pois não existe ex-amigo: ou é amigo ou não é.
Com as amizades que conquistei neste ano de 2015 aprendi a quebrar barreiras e superar obstáculos. A cada dia que passa percebo que os amigos que eu fiz são para durar até o dia que eu não puder mais existir. 
O verdadeiro significado da amizade é você ter confiança [absoluta] em uma pessoa.
A  amizade é como um casamento, pois tanto você quanto seu/sua amigo (a) devem se esforçar para que esse laço se fortaleça e essa amizade se torne eterna."


Professor Sandro,
Esses dois anos em que tive aulas com você foram maravilhosos. Espero revê-lo daqui a alguns anos e lembrar o quanto você me ajudou a chegar onde cheguei.

Bianca Grossmann Gonçalves (8ºA)

Matérias mais antigas:

Minha foto
Sou um professor apaixonado pela educação, pela literatura, pela língua portuguesa e pela arte de escrever. Como tantos educadores, um idealista. Fascina-me a incomensurável capacidade de transformação do ser humano. Por que me ufano da minha profissão? Porque sei que quando leciono, não estou apenas passando conteúdos, mas também destruindo mitos, dogmas e raciocínios falaciosos que cerceiam a liberdade humana.